segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Bacalhau a moda do Pedro

Não sei bem se esta forma de preparo é parecida ou mesmo baseada em alguma outra receita famosa, mas como foi a primeira vez que fiz e deu muito certo, decidi batizar a mesma com o nome do meu CUnhado, já que foi ele quem me deu a receita.


Ingredientes
  • 5 à 6 batatas médias;
  • 4 tomates já maduros;
  • 4 cebolas médias;
  • 2 talos de alho-poró cortados em rodelas (bem finas);
  • 4 dentes de alho;
  • 1 lata pequena de extrato de tomate concentrado Elefante (claro que podem usar outros);
  • 750g à 1Kg de Bacalhau;
  • Bastante azeite… Português ou Espanhol para manter a tradição.
Finalização
  • 4 Ovos
  • Azeitonas pretas cortadas - quantas quiserem
  • Um pouco de salsinha e cebolhinha para enfeitar o prato
Etapas
  • Cozinha as batatas antes com somente sal para que não fiquem duras e corte-as em rodelas;
  • Corte as cebolas, os talos de alho-poró e os tomates em rodelas e guarde para a montagem. Separe o bacalhau em postas de mais ou menos 3 dedos de espessura;
  • Em uma panela mais larga (tipo de paella) ou mesmo um frigideira Wok (que foi o que eu usei), doure em fogo médio metade das cebolas com todo o alho-poró, em azeite, até que começem a ficar dourados e macios. Junte então o alho já esmagado até que fique dourado também. Finalize esta etapa colocado o extrato de tomate desligando o fogo depois de 1 minuto;
  • Vamos começar a montar o prato, alternando camadas de batatas, cebolas, bacalhau e tomates até encher a panela;
  • Regue tudo com bastante azeite, coloque um pouco de pimenta do reino (moído na hora, fica mais gostoso) e coloque um pouco de água para deixar um caudinho;
  • Tampe (se possível) a frigideira WOK ou panela e deixe cozinhar em fogo baixo por no mínimo 30 minutos e prove para ver se o caldo e o bacalhau estão gostosos;
  • Quando estiver pronto, cozinhe os 4 ovos e corte em rodelas colocando-as sobre o prato, juntamente com salsinha e cebolhinha cortadas. De preferência sirva na própria panela, caso seja como eu, sem muito gente para montar tudo de novo em uma travessa.
Atenção:
  • Cuidado também para não deixar todo o caldo secar para não queimar a parte do fundo;
  • Como usei bacalhau já dessalinizado, tive que por um pouco de sal.
  • Outra dica interessante para quem gosta, é colocar junto com água do caldinho, um tablete de caldo de legumes para dar mais sabor.

sábado, 5 de setembro de 2009

Polpetone ao molho de hortelã e mostarda Dijon

A receita original era com carne de cordeiro e o polpetone empanado. Decidi fazer algumas alterações, já que não tinha carne de cordeiro e empanar deixa a comida ainda mais calórica !!!


Ingredientes do Polpetone

  • 1 kg de carne moída (eu usei Fraldinha moída, pois acho que fica mais gostoso do que Patinho)
  • 1 cebola grande picada
  • 3 dentes de alho esmagados
  • 2 colheres de sopa de folhas de hortelã picadas
  • 2 colheres de farinha de rosca
  • 300 g de queijo ralado ou picado (como tinha em casa, usei 100g de ementhal, 100g de estepe e 100g de mussarela de búfala, mas podemos usar mussarela)
  • Sal e pimenta a gosto
  • Quanto bastar de farinha de rosca e queijo ralado para gratinar

Tem gente que prefere colhar um ovo batido na massa para dar ligar, não precisei fazer isto, mas fiquem a vontade para experimentar e depois me contem.


Ingredientes do Molho

  • 1 cebola média picada
  • 1 talo de alho poró picado (temos que usar mais ou menos a mesma quantidade de alho poró e cebola)
  • 3 colheres de manteiga sem sal
  • 50 ml de vinho branco
  • 1 colher de sopa de hortelã picada
  • 1 colher de sopa de mostarda Dijon
  • 100 ml de creme de leite
  • Sal e pimenta do reino branca a gosto

Etapas do Polpetone

  • Misture em algum recipiente, a carne, a cebola, o alho, a hortelã e a farinha de rosca. Tempere com o sal e pimenta do reino a gosto.
  • Quando a mistura parecer homogênea, separe a carne em 6 ou 8 porções. Separe então cada porção em 2 pedaços e faça 2 discos de carne, apertando cada disco para que fiquem no máximo com 1 cm de espessura.
  • Em um dos discos, coloque uma porção generosa de queijo ralado e com o outro disco molde um polpetone com as mãos (capriche para ficarem bonitos e tome cuidado para selar os lados para o queijo não vazar).
  • Quando os polpetones estiverem todos moldados, coloque um pouco de azeite em um prato e passe os polpetones no azeite.
  • Para fritar, pegue uma frigideira com teflon, deixe esquentar e coloque os polpetones para fritar. Não há necessidade de colocar óleo ou manteiga na frigideira, pois já passamos os polpetones no óleo. Deixe fritar, em fogo baixo, por cerca de 3 ou 4 minutos de cada lado, tampando a frigideira para cozinhar melhor (eu uso uma daquelas tampas para fritar hamburguer em chapa).
  • Com os polpetones já fritos, coloque-os em uma travessa, espalhe o queijo ralado e a farinha de rosca sobre eles e leve-os ao forno pré-aquecido à temperatura média para gratinar. 

Etapas do Molho

  • Em uma panela pequena, refogue em fogo médio a cebola e o alho poró picados na manteiga até que ambos estejam bem macios.
  • Junte então o vinho branco e deixe reduzir bastante.
  • Coloque em seguida a hortelã picada e a mostarda Dijon e deixe cozinhar por 1 ou 2 minutos, em fogo baixo.
  • Coloque o creme de leite, coloque o sal e pimenta a gosto, e deixe cozinhar por mais 3 minutos.

Não se preocupe muito, se o gosto da mostarda Dijon estiver muito forte, pois quando combinado com a carne, fica maravilhoso. Mas se quiser suavizar o gosto forte da mostarda, coloque um pouco mais de creme de leite. Sirva os polpetones gratinados, com o molho de hortelã e mostarda Dijon, e aguarde os elogios !!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...